HGE atente 409 pessoas nessa segunda-feira (4)

87

Repórter: Thallysson Alves

Repórter Fotográfico: Thallysson Alves

O Hospital Geral do Estado (HGE) atendeu 409 pessoas nessa segunda-feira (4), sendo 182 atendimentos somente na Unidade de Urgência para Síndromes Gripais. Os casos clínicos continuam maioria na sede do hospital, ao todo foram registrados 166; e os acidentes foram 56 notificados. Somente um teste rápido revelou positivo, entre os 145 realizados no centro de triagem.

“Os casos clínicos abrangem principalmente doentes crônicos, como hipertensos e diabéticos. Essas pessoas têm uma pré-disposição perigosa para o desenvolvimento de infecções nos membros inferiores, infarto, Acidente Vascular Cerebral (AVC), arritmia e outras doenças. Por isso é importante que se previnam, adotem hábitos saudáveis e sigam com as recomendações médicas para evitar complicações que podem resultar em sequelas irreversíveis”, alertou o gerente do HGE, Paulo Teixeira.

Nesse primeiro dia da semana também foram registrados 38 acidentes casuais, 18 acidentes de trânsito e quatro agressões por arma branca. Foram concedidas 146 altas médicas, 41 internações e 18 transferências para outras unidades de saúde. Onze usuários do Sistema Único de Saúde (SUS) apresentaram perfil para submissão a intervenção cirúrgica.

“É importante recordar que muitos dos nossos pacientes necessitam de transfusão sanguínea, então as doações não podem parar no Hemocentro de Alagoas. Se você tem de 18 a 69 anos, não teve a Covid-19 nos últimos três meses, tem o peso igual ou superior a 50 kg, vá ao Hemoal, que fica ao lado do HGE, com um documento de identificação com foto. Ajude-nos na missão de salvar vidas! E se sua idade for 16 e 17 anos, também tente doar, leve seus pais, ambos munidos de documento oficial de identificação, original e cópia”, apelou o gerente.

O Hemoal recorda que estão impedidos de se candidatar à doação: quem tenha contraído hepatite após os 11 anos de idade, além de sífilis, Aids e doença de Chagas; gestantes e lactantes é proibida; se já doou, os homens devem respeitar um prazo de dois meses, e as mulheres ficam impedidas durante três meses. As doações podem acontecer nas unidades localizadas no Trapiche, no Hospital Veredas e no Centro de Arapiraca. Mas informações pelo telefone (82) 3315-2105/2106.

Fonte: Saúde Alagoas

COMPARTILHAR