Empresárias reinventam negócio e ampliam oferta com recurso da Desenvolve AL

11
Produzindo e comercializando churros, empresárias estão inovando o mercado de um doce que remonta à infância

Basta lembrar da infância que a memória percorre logo um caminho regado a brincadeiras e lanchinhos saborosos. Pique esconde, amarelinha, pular corda, jogar bola e queimado, para citar algumas das mais disputadas brincadeiras entre a galerinha. E quando o negócio era lanchar, vem logo à mente, algodão doce, quebra queixo e o famosinho churros, que passava nas ruas espalhando aquele cheiro gostoso e o ronco nas nossas barrigas.

As empresárias Mila Brito e Jaci Mendes transformaram essa paixão de criança em um negócio rentável e atrativo, tanto que, agora, até estão abertas a franquear outras unidades. Tudo começou há 5 anos, quando elas, a primeira psicóloga e a segunda gastrônoma, resolveram empreender com algo tão simples, mas, ao mesmo tempo, complexo, já que elas não queriam flutuar pela mesmice, e sim elevar o padrão do doce e oferecer, como elas mesmas falam, “uma nova experiência de sabor”.

Após desenvolver massas de sabores variados e recheios diferenciados, além do tradicional doce de leite, elas precisavam de um reforço financeiro para emplacar o negócio de vez no mercado alagoano. Foi aí que elas conheceram a Agência de Fomento de Alagoas (Desenvolve), a única instituição financeira que possibilitou o recurso que elas precisavam, na medida certa, com as melhores condições e entendendo o tipo que negócio que as sócias estavam inserindo para os consumidores de Maceió.

Em 2018 surgiu a Churris, uma empresa puramente alagoana e que hoje é referência no mercado do lanche, oferecendo o famoso churros, um típico doce espanhol, com 11 recheios diferentes. Em 2019, para alavancar o negócio e atender a crescente demanda, as proprietárias tomaram um recurso inicial de R$ 15 mil, que foi investido em maquinário, em especial um que produz o churros sem o artifício do manuseio, o que demandava um esforço exaustivo para quem o produzia.

“A nossa clientela estava crescendo exponencialmente e já não estávamos conseguindo produzir o churros a contento. Hoje, graças a esse investimento feito com o recurso da Desenvolve, produzimos o doce com mais agilidade e quadruplicamos as vendas. Nosso próximo passo é abrir uma segunda unidade na parte alta da capital, onde já temos demanda, mas não conseguimos entregar o produto com a qualidade que gostamos, quentinho e fresco”, afirmou Mila Brito.

O presidente da Desenvolve, José Humberto Mauricio de Lira, disse que ajudar empreendedoras com as do Churris, que tem a ideia, a força de vontade e só necessitam de um empurrãozinho financeiro é o papel da Desenvolve, fazendo-os atingir metas e, depois, ultrapassar essa meta para manter girando a economia de Alagoas através do Governo do Estado.

Fonte: Saúde Alagoas

COMPARTILHAR