Governo arrecada R$ 280 mil em leilão de bens sem serventia para o estado

12
Estado leiloou 69 lotes de bens recuperáveis e sucatas

Mais do que o dobro do esperado. Foi assim que terminou a arrecadação do leilão de bens inservíveis realizado pelo Governo de Alagoas na última segunda (19). Mediado pela Secretaria de Estado do Planejamento, Gestão e Patrimônio (Seplag), o evento, que ofertou veículos recuperáveis e sucatas, rendeu R$ 280 mil aos cofres públicos, montante que retornará para a sociedade na implementação de políticas públicas estaduais.

Ao todo, 69 lotes foram leiloados na oportunidade, que aconteceu de forma presencial, seguindo um protocolo de prevenção à Covid-19, e também online, no modelo de lance ou oferta.

“Além de gerar mais receita para as ações da administração pública com bens que não estão mais sendo utilizados, conseguimos, também, desocupar diversos espaços do estado, evitar o acúmulo de sucata nos órgãos e fomentar a comercialização e reciclagem dos materiais”, explica a assessora especial da Superintendência de Gestão Patrimonial (SGP) da Seplag, Samya Lisboa.

A expectativa da SGP, que é responsável por organizar o leilão, era de uma arrecadação de cerca de R$ 100.000,00, mas, ao final do evento, o valor foi ainda maior que o esperado. O montante, segundo a secretária executiva de Gestão Interna da Seplag, Lúcia Gonçalves, deve ser utilizado pelo governo no fomento das ações destinadas à própria população alagoana.

“Iniciativas como essa são essenciais para que tenhamos uma oxigenação nos cofres públicos e para que consigamos ainda mais subsídios, de uma forma criativa e que traz outros inúmeros benefícios, para dar continuidade às ações estratégicas dentro do estado. É uma oportunidade em que todos saem ganhando”, pontua a secretária.

A expectativa é que em dezembro um novo leilão de bens inservíveis seja realizado novamente pelo Governo do Estado.

Fonte: Saúde Alagoas

COMPARTILHAR