Programa Salve Mulher de Maceió inspira municípios alagoanos

0

Cidades da Zona da Mata querem replicar iniciativa para combater violência contra a mulher

O programa Salve Mulher, lançado em junho pelo prefeito JHC, tem servido de inspiração para outros municípios da capital alagoana. As cidades de Santana do Mundaú, Paulo Jacinto e União dos Palmares se reuniram com o Gabinete de Políticas Públicas para Mulheres de Maceió para conhecer a iniciativa, inédita em todo o estado na prevenção da violência contra mulheres e meninas. 

Ana Paula Mendes participou do encerramento das campanhas Agosto Lilás e Dourado de Santana do Mundaú.

Em Santana do Mundaú, a coordenadora participou do encerramento das campanhas Agosto Lilás e Dourado. Na ocasião, onde foi a palestrante principal, ela compartilhou sobre os direitos das mulheres, como Maceió intensificou suas ações durante o mês e como vai continuar fortalecendo a rede de combate à violência. Lá, estavam presentes as vereadoras Dra. Inez, por Santana; Camilla Cassiano, por Paulo Jacinto; e o secretário de Comunicação de União dos Palmares, Leonardo Bastos.

Coordenadora do Gabinete de Políticas Públicas para Mulheres de Maceió foi palestrante principal em evento.

“Maceió está totalmente comprometida em acabar com a violência contra a mulher, em todos os seus níveis. No último mês, com a campanha Agosto Lilás, fortalecemos nossas frentes, capacitamos servidores e distribuímos informação para toda a população ser nossa aliada nessa missão. É um prestígio muito grande saber que nossas ações estão servindo de espelho para outras cidades se unirem a essa batalha”, destacou Ana Paula.

A vereadora de Santana do Mundaú defende que o diálogo entre os municípios é o melhor caminho para coibir a prática em todo o estado. “A Ana Paula é cheia de conteúdos maravilhosos, uma grande líder e muito batalhadora. Há uma necessidade urgente de tomar medidas que acolham nossas mulheres, afinal, elas estão acima de tudo. Queremos que elas não se sintam mais carentes, sofridas ou esquecidas. E essa troca está sendo fundamental nesse processo”, pontuou Dra. Inez.

Dentre nove vereadores, Camilla Cassiano é a única mulher de seu município. Para ela, a violência contra a mulher é um problema de toda a sociedade. 

“Em nosso encontro, falamos, principalmente, sobre políticas públicas de baixo custo e grande impacto. O Salve Mulher, em especial as ações de informação e conscientização, foi, para mim, ao mesmo tempo, simples e inovador. Medidas assim podem salvar a vida de muitas mulheres”, declarou a vereadora de Paulo Jacinto.

Para o secretário de Comunicação da cidade, a problemática é urgente e ele planeja novos encontros com Ana Paula para aprimorar medidas que possam mitigar abusos contra mulheres e crianças na região. 

“Precisamos, para ontem, fortalecer as políticas públicas que combatam a violência contra as mulheres e crianças. Com certeza, vamos organizar novos encontros, principalmente com visitas à União, para mudar a realidade da nossa cidade”, comentou Leonardo Bastos.

Violência contra a mulher em Alagoas

O Fórum Brasileiro de Segurança Pública aponta que Alagoas está em primeiro lugar em feminicídio do Nordeste, e em quinto lugar a nível nacional. Maceió registrou mil boletins de ocorrência de violência doméstica, somente entre março e agosto de 2021.

“Os números são alarmantes e cresceram ainda mais com a pandemia do coronavírus. Foram 200% de aumento nos índices de violência doméstica. Há muito a ser feito, mas o programa só tem a crescer. Cada programa que é lançado para o benefício dessas vítimas, cada passo dado e cada conversa vem para somar ao nosso objetivo de acolher e transformar a vida dessas mulheres”, finalizou Ana Paula.

Millena Barroca/Secom Maceió

Fonte: Prefeitura de Maceió

COMPARTILHAR