Educação e Desenvolvimento Sustentável realizam plantações de Ipê em fachada de escolas

0

Ação visa tornar o ambiente mais verde e fornecer maior conforto aos alunos e a comunidade

Sabendo dos benefícios que um local com maior vegetação traz para o meio-ambiente, a Secretaria Municipal de Educação (Semed), com apoio da Superintendência de Desenvolvimento Sustentável (Sudes), realizou nesta quarta-feira (22) mais uma ação de arborização na fachada de uma creche e de uma escola da rede, ambas localizadas no bairro do Rio Novo.

Dessa vez, o Centro Municipal de Ensino Infantil (Cmei) Mestra Virgínia Moraes da Silva e a Escola Municipal João Feitosa, foram as contempladas com o plantio de 25 novas mudas de Ipês mirins brancos e amarelos na fachada de suas escolas.

Arvores foram plantadas nas fachadas das unidades de ensino Foto: Nathan Araujo (estagiário) / Ascom Semed

Esta ação, segundo a coordenadora do setor de educação ambiental da Semed, Jane Costa, surgiu a partir de visitas realizadas nas unidades de educação, onde foram constatadas as necessidades de mais árvores no ambiente escolar. Ela garante que o plantio dará bons frutos. ” Resultará em uma melhora no ar, na estética do ambiente e estimulará pedagogicamente as crianças na participação do cuidado com a natureza”, disse Jane.

25 novas mudas foram colocadas na frente das escolas Foto: Nathan Araujo (estagiário) / Ascom Semed

Feliz com a novidade, a diretora da Escola Municipal João Feitosa, Sueli Barbosa entende que a ação é uma contribuição muito especial para os alunos e o meio ambiente. Segundo Sueli, para o alunado, o plantio facilitará o contato e o cuidado com a natureza e proporcionará diferentes formas de aprendizagem. “A arborização na frente de uma escola é muito especial. É um desenvolvimento de uma nova vida que está sendo plantada, e além de tudo é uma forma de mais carinho pela natureza”, concluiu a diretora.

No Cmei Mestra Virgínia Moraes da Silva, o diretor Akauê Basili, falou dos benefícios de um verde na escola e ressaltou a importância de uma fachada sustentável. Segundo ele, a arborização além do bem-estar das crianças, também promove um bem-estar geral da comunidade escolar.

“Quando falamos em arborização não tem como não falarmos no bem-estar das famílias e de toda a comunidade escolar. Plantar árvores representa tanto um benefício para as crianças como para um professor que estaciona seu carro ou para uma família que chega cedo e espera seu filho na entrada, além de promover benefícios de ordem sustentável”, disse Akauê.

Nathan Araujo (estagiário) / Ascom Semed

Fonte: Prefeitura de Maceió

COMPARTILHAR