Vigilância de Maceió capacita colaboradores de supermercados sobre boas práticas com alimentos

2

Orientações visam eliminar riscos à saúde da população e têm sido reforçada junto a diversos segmentos

Seguindo com a promoção de ações educativas para a requalificação de profissionais que atuam na área de alimentos, a Vigilância Sanitária de Maceió realizou, na última terça-feira (21), na sede do órgão, uma nova rodada da capacitação para funcionários e gerentes de duas grandes redes de supermercados da capital alagoana.

Ministrada pelo coordenador da Vigilância, Airton Santos, e pela inspetora de alimentos Rita de Cássia, a capacitação contou com 30 participantes. Na oportunidade, foram abordadas as normas sanitárias vigentes e repassadas todas as orientações relacionadas às boas práticas de manipulação e conservação dos alimentos.

Coordenador da Vigilância Municipal, Airton Santos, conduziu a ação educativa. Foto: Divulgação

“Temos trabalhado continuamente junto aos diversos segmentos buscando eliminar qualquer risco à saúde da população maceioense, por isso, comerciantes e estabelecimentos precisam estar atentos, pois isso representa infração às normas sanitárias, com penalidades previstas em lei”, ressaltou Santos.

Na capacitação, os participantes tiveram acesso a informações sobre manipulação, conservação, armazenamento e exposição dos alimentos, além dos riscos sanitários decorrentes das más condições e as penalidades previstas por descumprimento.

Capacitações têm reunido grupos de 30 participantes. Foto: Divulgação

Para um dos gerentes de supermercado presentes à capacitação, o trabalho que vem sendo realizado pela Vigilância Municipal tem sido muito positivo, pois tem gerado segurança para os estabelecimentos na oferta dos produtos, contribuindo para a credibilidade destes junto aos consumidores.

“É um trabalho sério, feito com responsabilidade, que deixa os funcionários e os comerciantes mais tranquilos. Hoje, não temos medo da fiscalização, pois esse trabalho educativo tem preparado os estabelecimentos para levar produtos com qualidade aos seus clientes”, frisou.

De acordo com o coordenador da Visa, o objetivo do órgão é trabalhar em parceria, para assegurar que os estabelecimentos continuem a gerar emprego e renda para os maceioenses.

“Nosso foco não é punir, mas orientar. As fiscalizações são feitas com responsabilidade, voltadas para o interesse da população de Maceió e a Visa só age mais duramente a partir do momento que encontra irregularidades”, frisou Airton Santos.

Disque Denúncia

Caso observe estabelecimentos fora das adequações sanitárias e que causem risco à saúde da comunidade, todo cidadão tem à sua disposição o serviço de disque denúncia. O contato pode ser feito por meio do número (82) 3312-5495.

Cássia Oliveira – Ascom SMS

Fonte: Prefeitura de Maceió

COMPARTILHAR