FMAC lança editais para contemplar mais três segmentos culturais de Maceió

2

Artistas muralistas, inéditos na atenção do Município, também serão contemplados

A Fundação Municipal de Ação Cultural (FMAC), está lançando três editais, a partir da data de publicação em Diário Oficial do Município (DOM), nesta sexta-feira (24), com o objetivo de desenvolver e potencializar as intervenções culturais em Maceió. Os chamamentos vão contemplar, inclusive, uma categoria nunca antes favorecida pelo Município: o muralismo.

Bumba Meu Boi é uma das arações culturais de Maceió inclusa no edital. Foto: Secom / Arquivo

Somados, os editais totalizam R$ 263 mil, oriundos dos próprios recusos do Município. Desse montante, R$ 43 mil serão destinados para o “Brincando agosto do boi!”; R$ 20 mil para o “Publicação de Obras Literárias – Antologia de Poesia, Crônica e Cordel”; e, por fim, a estimativa de R$ 200 mil para o “Colorir é Legal” ainda neste ano de 2020, sendo R$ 120 de cachê para cada metro quadrado da intervenção artística.

O edital de credenciamento de artistas muralistas tem a proposta de contratar artistas locais para prestarem serviços de artistas visuais, na modalidade grafite, para intervenções artísticas em espaços públicos de Maceió, atendendo ao projeto “Colorir é Legal”. Neste, no total, serão mais de mil metros quadrados de pura arte em diferentes pontos da cidade.

“É um desejo do prefeito JHC ver a cidade com a cara do seu povo, com murais e arte em toda parte. Esse edital é o primeiro da história do Município que vai contemplar esses artistas, dando visibilidade a um trabalho incrível, que já foi marginalizado, mas merece todo o destaque. Quando estivemos em Medelin, na Colômbia, ficamos extasiados com as intervenções em toda parte. Queremos trazer um pouco disso para nossa Maceió, ampliando a beleza da nossa cidade e interferindo positivamente no estado de espírito da população”, pontuou Mirian Monte, presidente da FMAC.

Não pode, em hipótese alguma, ser objeto da intervenção artística criações que façam apologia à prática de desrespeito às leis ambientais; às mulheres; às crianças; aos jovens; aos idosos; aos afrodescendentes; aos povos indígenas; aos povos ciganos ou a outros povos e comunidades tradicionais; bem como à população de baixa renda; pessoas com deficiência; discriminação do público LGBTQIA+; ou mesmo que expresse qualquer outra forma de preconceito e desrespeito aos direitos humanos ou incentive ao uso de álcool ou outras drogas.

Para realização das artes, foi fechada uma parceria com a empresa Ibratin, que vai fornecer todas as tintas a serem utilizadas nas intervenções urbanas.

O edital de chamamento para a mostra de Bumba meu Boi tem a finalidade de selecionar de uma organização da sociedade civil, sem fins lucrativos, para desenvolver apresentação cultural, transmitido pelas redes sociais e com a presença de público. O edital faz parte do projeto “Brincando agosto do boi!” e estima contemplar cerca de 500 artistas com as lives.

O procedimento de seleção seguirá tem como base a Lei nº 13.019, de 31 de julho de 2014, pelo Decreto nº 8.726, de 27 de abril de 2016, e pelos demais normativos aplicáveis, além das condições previstas no edital.

Já o edital de publicação de obras literárias tem por finalidade a seleção de até quatro organizações da sociedade civil, sem fins lucrativos, com representação de instituições literárias, para a publicação de quatro livros, sendo um livro para cada associação. Toda a execução será em parceria com a Fundação Municipal de Ação Cultural (FMAC), por meio da formalização de termo de colaboração, conforme condições estabelecidas no edital.

Nele, serão beneficiados diretamente cerca de 200 artistas, com a publicação de quatro livros que tenham a participação de 50 artistas por obra.

A presidente da FMAC destaca ainda que para publicação dos editais houve a necessidade de muito planejamento e apoio irrestrito da Prefeitura de Maceió.

“Todos esses editais foram planejados em atendimento ao anseio da comunidade cultural e da sociedade como um todo. O edital de muralismo, no Projeto ‘Colorir é legal’ levará cores, arte, vida para todos os bairros da cidade. O edital de publicação de obras literárias será um excelente instrumento para a descoberta de novos escritores e para dar ênfase às obras dos escritores já consagrados. Por fim, o edital de Mostra de Bumba meu boi, traz toda a beleza e a força dessa manifestação tradicional do povo alagoano”, afirmou Mirian Montes, presidenta da FMAC.

Secom Maceió

Fonte: Prefeitura de Maceió

COMPARTILHAR